Pesquisar este blog

- Rancho D'Ajuda - Como plantar alho Poró - Que Delícia de Roça! Como fazer doce de figo cristalizado - Gir leiteiro como o próprio nome diz - Como plantar Kiuí - Como plantar pimentão - 3 dicas para quem quer plantar tomate - momento de plantar - Que Delícia de Roça! Broa de fubá - Maracujá roxo é nova opção para agricultores - Que Delícia de Roça! Como fazer galinhada Rancho D'Ajuda

domingo, 20 de novembro de 2016

Saiba como acabar com os pulgões nas plantas de forma natural

Resultado de imagem para Acabar com os pulgões nas plantas de forma natural
Quem já teve o (des)prazer de conhecer os nossos amigos pulgões? Existem de várias cores e na minha horta já tive verdes (nos morangueiros) e agora tenho estes vermelhos nos pimenteiros. Experimentei uma série de receitas naturais para acabar com eles até que cheguei a uma que finalmente resultou.
Já vos falei aqui dos meus erros na horta, mas ainda ficaram muitos por contar. Um deles foi o facto de eu achar que pragas eram só para os agricultores “a sério”, aqueles que têm terras, hectares e hectares de plantações. Sempre assumi que quem tinha uma horta em vasos, principalmente numa varanda, nunca iria sofrer da visita de pulgões ou outros bichos, aliás, eu nem sabia o que eram pulgões! Infelizmente, rapidamente descobri que as pragas brindam qualquer horta, seja uma horta “a sério” ou uma pequena horta numa varanda.

O que são os pulgões

Os pulgões são uns insectos horrorosos que não desaparecem facilmente, alimentam-se da seiva e podem destruir a planta se atingirem uma quantidade considerável. Normalmente alojam-se no verso das folhas e aí se alimentam delas. Deixam ovos e multiplicam-se rapidamente (muito mesmo!).
maior predador natural dos pulgões é a joaninha, aquele bicho lindo que come todos os pulgões. O problema é que as joaninhas normalmente não são amigas de varandas, preferem as hortas maiores e mais baixas. A verdade é que as pragas são mais difíceis de controlar numa varanda, pois o ecossistema não tem o seu equilibro natural e acabamos por ficar com bichos nocivos e nada dos agradáveis, como as joaninhas. Para quem não tem a sorte de ter joaninhas, temos que ser nós a arranjar uma solução.
Se quiserem saber ainda mais sobre estes insectos podem espreitar aqui e ficam a saber tudo!

Receita para acabar com os pulgões

Existem várias receitas diferentes, umas levam tabaco, outras levam alho, mas esta é a mais simples que achei e funciona apenas com coisa que temos em casa. Testei imensas receitas de insecticidas naturais, mas ainda não tinha encontrado nenhuma que fosse realmente eficaz ou que não levasse ingredientes de difícil acesso numa cidade. Agora encontrei!
Atenção que nenhuma receita vai durar para sempre, ou seja, esses pulgões vão morrer, mas o mais provável é que passado um tempo outros voltem para as plantas. A única forma é ter sempre um borrifador com esta mistura e ir aplicando sempre que necessário. Agora, ao lado do regador já tenho este borrifador, é já um acessório da horta.

Ingredientes:

  • 1 Colher Chá de detergente da loiça (Fairy ou outro qualquer)
  • 1 Colher Chá de óleo alimentar (aquele da cozinha mesmo)
  • 1 Colher de Sopa Chá de Bicarbonato de Sódio (comecem por testar com menor quantidade, se não resultar usem uma de sopa (é o que eu uso)
  • Água
Num pulverizador pequeno (normalmente são de 600 ou 700 ml) juntar todos os ingredientes excepto o bicarbonato (dica de um leitor que indicou que o bicarbonato só deve ser adicionado depois de tudo o resto misturado) e encher com água deixando um espaço livre para conseguir misturar melhor.  Depois de tudo misturado, juntar o bicarbonato e voltar a misturar tudo muito bem e aplicar nas folhas afetadas.
Tentem não pulverizar diretamente os frutos, pois normalmente os pulgões estão nas folhas e não nos frutos. Se por algum motivo acabarem por encher os pimentos ou os morangos com esta mistura é só lavar bem antes de comer.
Testem em um ou duas folhas primeiro e se a vossa planta reagir bem, aí então, podem avançar para o resto da planta. Lembrem-se que as plantas não são todas iguais e podem nem sempre reagir bem.
Repitam o processo de 3 em 3 dias até os pulgões desaparecem. Lembrem-se que passado um tempo eles podem voltar, é normal! Isto é um inseticida, não é uma vacina. É só voltarem a aplicar o processo (ou apanharem joaninhas).
Os pulgões também gostam de alfaces, mas como elas são colhidas rapidamente (se usarem alfaces de folha lisa) acabam por não as conseguir prejudicar em demasia. Se virem que a quantidade já está exagerada, podem também aplicar esta mistura nas alfaces. Eu normalmente deixo estar e depois tiro das folhas quando as colho.
Espero que resulte para vocês como resultou comigo!
Nota: Apliquem sempre pouca quantidade e vão aumentando consoante os resultados. As folhas não necessitam de estar encharcadas. Também, tal como não se devem regar as plantas ao sol, também esta solução não deve ser aplicada sob o sol forte, porque água juntamente com sol quente faz as plantas cozinharem!
Nota 2: Dois dos nossos simpáticos leitores deixaram feedback a indicar que os pulgões desaparecem, mas as frutas e folhas ficaram queimadas. Eu não tive essa experiência, mas vou tentar ajudar!
Devem ler as notas acima e não aplicar demasiada quantidade nem aplicar na hora de muito calor (pois qualquer líquido nas folhas quando estas estão muito quente podem queimar). Devem também tentar evitar colocar nos frutos, até porque os pulgões estão normalmente na verso na folha. Deixo-vos ainda outra receita que conhecidos meus utilizam e tem bons resultados, no entanto eu nunca testei porque uso esta que indiquei.
Não se esqueçam… colocar pouca quantidade na planta, testar primeiro em algumas folhas 🙂 Para os pulgões um bocado pequeno é suficiente, principalmente se acertarmos no local certo!
Se tiverem alguma dúvida, é só deixar um comentário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TOP 10: Mais Acessadas

Arquivo do blog